»posts recentes

» Arrumador

» Vidas

» Quadradinhos.

» De pai

» Psicotrôpego

» Fantasma

» Dia da Raça

» Petroleiro

» Notas Soltas

»arquivos

» Novembro 2012

» Novembro 2008

» Outubro 2008

Segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

Petroleiro

 

Petroleiro
 
Nos idos de sessenta o player do petróleo era um tipo que tendo sacrificado uma bicicleta , instalava as suas rodas lateralmente num tambor de duzentos litros , reciclado do transporte de óleos industriais. Andava de porta em porta a vender o seu produto. Fazia-se anunciar por um som aborrecido saído de um cone metálico encimado por uma ampola de borracha que premida fazia o ar passar por uma palheta, reciclada agora, para utilização nos jogos de futebol. O petróleo servia para as senhoras cozinharem no fogão primo da Hipólito, que tinha um depósito para o dito, e uma cabeça para o queimar, o que só começava por fazer quando aquecido por álcool, desnaturado, que ardia com uma chama invisível, que causava alguns desastres quando se acrescentava combustível, por parecer acabado. A chama ainda lá estava e as pestanas já não. Daí o nome desnaturado. O referido fogareiro equipava uma bomba manual que criava pressão no depósito e fazia subir o petróleo. No dito. Uma trabalheira incompatível aliás com a maquilhagem actual das cozinheiras que de quando em vez traziam um eyeline parecido com um pipeline. Este petroleiro afundou-se os players agora trazem o petróleo na bolsa, jogam à batota com ele, e só nos buzinam com o preço. É o verdadeiro business.
publicado por pimpo às 18:40
link do post | comentar | favorito

»mais sobre mim

»pesquisar

 

»Novembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30

»links

»subscrever feeds